O diálogo entre a justiça ecológica e o crime internacional no combate ao ecocídio

10/05/2018 14:45

O Centro de Ciências Jurídicas (CCJ/UFSC) recebe no dia 11 de maio, sexta-feira, das 14 às 16 horas, o encontro “O diálogo entre a justiça ecológica e o crime internacional no combate ao ecocídio”. Leatrice Faraco Datos abordará o tema que é resultado da sua pesquisa de mestrado em Direito (PPGD/UFSC), e foi recentemente premiada pelo Instituto O Direito por Um Planeta Verde, na categoria mestres.

A atividade faz parte da programação do grupo de estudos do OJE para o primeiro semestre de 2018.

O quê: Encontro “O diálogo entre a justiça ecológica e o crime internacional no combate ao ecocídio”

Quando: dia 11 de maio, das 14 às 16 horas.

Onde: CCJ/UFSC, Sala 205.

Noticias da UFSC

Justiça Restaurativa como instrumento de Justiça Ambiental

25/04/2018 11:39
O Observatório de Justiça Ecológica, realizará na próxima sexta, dia 27 de abril, das 14 às 16 horas, o segundo encontro do grupo de estudos com o tema Justiça Restaurativa como ferramenta de Justiça Ambiental. A atividade será ministrada pela mestre em Direito pela UFSC, Camila Mabel Kuhn,  na Sala 205 do CCJ.
 
A atividade é aberta à comunidade, com certificado de horas complementares, e as inscrições serão feitas durante o encontro. A narrativa surgiu a partir da pesquisa de mestrado de Kuhn, que introduz a temática da Justiça Restaurativa e a propõe como uma ferramenta para a transformação de conflitos socioambientais.

Grupo de estudos – 7° edição – 2018/1

02/04/2018 13:35

O grupo de estudos do Observatório de Justiça Ecológica (OJE), vinculado ao Programa de Pós-graduação em Direito da UFSC, divulga o cronograma de suas atividades para o primeiro semestre de 2018, sua 7º edição.

Este semestre serão apresentadas e discutidas as pesquisas desenvolvidas pelos integrantes do grupo.

No primeiro encontro, que acontece no dia 13 de abril, será abordado o tema dos direitos animais, com a Doutora em Ética e Filosofia Politica pelo PPGFIL/UFSC, Maria Alice da Silva. A partir do questionamento – O que é preciso considerar para defender direitos positivos aos animais? – a ministrante seguirá uma linha argumentativa iniciando pelo conteúdo mínimo do direito natural e por uma axiologia dos direitos. Após ira analisar as diversas maneiras de ajudar os animais sencientes, finalizando com a defesa de que a única maneira de ajudá-los é defendendo direitos positivos numa perspectiva ética, jurídica e política.

O encerramento, no dia 15 de junho, contará com a participação do professor convidado Marcelo Bauer Pertille (UNIVALI), que ira abordar o tema do bem jurídico penal ambiental, objeto da sua dissertação de mestrado no Programa de Ciências Criminais da PUC-RS.

As reuniões  acontecem na sala 205 do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ), das 14h às 16h, conforme o calendário que segue.

O grupo é aberto à comunidade e será fornecido certificado de horas complementares aos participantes. As inscrições serão realizadas no encontro.

Carnivorismo e ciência: a dominação masculina perpetuada pelo direito

18/09/2017 13:56

 

 

Nesta sexta-feira, 22 de setembro, às 14hrs, na sala 111 do CCJ, o grupo de estudos do Observatório de Justiça Ecológica promoverá o debate “Carnivorismo e ciência: a dominação masculina perpetuada pelo direito” que será ministrado pela mestranda Gabrielle Fagundez. O evento é aberto, gratuito e será emitido certificado de horas complementares pela UFSC . As inscrições podem ser realizadas no endereço que segue:
http://inscricoes.ufsc.br/ciclodedebatesoje

Observatório de Justiça Ecológica promove debate sobre direito e ética animal

Abertura do semestre 2017.2: “As Interações entre o Direito Animal e a Teoria da Complexidade: um olhar integrador”

18/08/2017 18:09

No próximo dia 25 de agosto, sexta-feira, às 14 horas, no auditório do CCJ/USFC, acontecerá o primeiro encontro do grupo de estudos do Observatório de Justiça Ecológica e abertura do semestre 2017.2 com a palestra “As Interações entre o Direito Animal e a Teoria da Complexidade: um olhar integrador”, que será ministrada pelo mestre e membro do OJE, Rafael Speck.

O linnk para inscrições já esta disponível em:

http://inscricoes.ufsc.br/direitoanimalecomplexidade

Esperamos a todos!

Cronograma do Ciclo de Debates do Observatório de Justiça Ecológica 2017.2

15/08/2017 12:14

O grupo de estudos do Observatório de Justiça Ecológica (OJE) da Universidade Federal de Santa Catarina retomará as atividades do segundo semestre. As reuniões serão na sala 111 do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ), das 14 às 16h, conforme o calendário que segue.

O grupo é aberto à comunidade e será fornecido certificado de horas complementares aos participantes.

Ciclo de Debates de Artigos

AGOSTO

25/08

14 h

AUDITÓRIO CCJ

Palestra de Abertura – AS INTERAÇÕES ENTRE O DIREITO ANIMAL E A TEORIA DA COMPLEXIDADE: Um olhar integrador

SETEMBRO

01/09

14 -16h

SALA 111 CCJ

LEI DA BIODIVERSIDADE: Participação dos Povos e Comunidades Tradicionais

SETEMBRO

22/09

14 -16h

SALA 111 CCJ

CARNIVORISMO E CIÊNCIA: A dominação masculina perpetuada pelo Direito

NOVEMBRO

10/11

14 h

AUDITÓRIO CCJ

Palestra de Encerramento – O BEM JURÍDICO AMBIENTAL PENAL

Esperamos todos vocês!

 

Debate sobre a personalidade jurídica dos animais não humanos no grupo de estudos do Observatório de Justiça Ecológica

25/05/2017 14:47

O terceiro encontro do grupo de estudos do Observatório de Justiça Ecológica, que ocorre nesta sexta-feira, 26/05, terá como tema “A busca da personalidade jurídica dos animais na Common Law: aspectos jurídicos e filosóficos” que será ministrado pelas mestrandas do Programa de Pós-Graduação em Direito, e membras do grupo, Camila Mabel Kuhn e Leatrice Faraco Daros.

O encontro acontecerá na sala 111 do CCJ, as 13 horas.

A atividade é aberta a todas e todos!

Observatório de Justiça Ecológica promove debate sobre personalidade jurídica dos animais

CRONOGRAMA DO GRUPO DE ESTUDOS – ALTERAÇÃO NAS DATAS

14/03/2017 21:43

GRUPO DE ESTUDOS

5ª Edição – 2017.1

2º Ciclo de Debates de Artigos

 

Horário:

13 às 16 horas

Local:

Sala 111 CCJ/UFSC

 

 

 

Março
 

31/03 BRÜGGER, Paula. ALBUQUERQUE, Letícia. O animal não-humano na atualidade: algumas reflexões. In: GONÇALVES, Cláudia Maria da Costa; JESUS, Thiago Allisson Cardoso de; COSTA, Yuri (org.). Biodiversidade, Democracia e Direitos Humanos. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2016, p. 97-119.
Maio
 

 

05/05 CARVALHO, Gabriela Franziska Schoch Santos. A tutela jurídica dos animais: evolução histórica e conceitos contemporâneos. In: BENJAMIN, Antônio Herman; MORATO LEITE, José Rubens (org.). Anais do 21º Congresso Brasileiro de Direito Ambiental, 11º Congresso de Direito Ambiental dos Países de Língua Portuguesa e Espanhola e 11º Congresso de Estudantes de Direito Ambiental. São Paulo: Instituto O Direito por um Planeta Verde, 2016, v. 2, p. 724-737. Disponível em: http://www.planetaverde.org/arquivos/biblioteca/arquivo_20161118140350_2664.pdf.
 

 

26/05 KUHN, Camila Mabel; DAROS, Leatrice Faraco. A busca pela personalidade jurídica dos animais na common law: aspectos jurídicos e filosóficos. In: BENJAMIN, Antônio Herman; MORATO LEITE, José Rubens (org.). Anais do 21º Congresso Brasileiro de Direito Ambiental, 11º Congresso de Direito Ambiental dos Países de Língua Portuguesa e Espanhola e 11º Congresso de Estudantes de Direito Ambiental. São Paulo: Instituto O Direito por um Planeta Verde, 2016, v. 2, p. 448-461. Disponível em: http://www.planetaverde.org/arquivos/biblioteca/arquivo_20161118140350_2664.pdf.
Junho
 

 

23/06 SABAT, Conceição Raquel Melo. Injustiça Ambiental: a tutela do meio ambiente como argumento para a segregação social. In: BENJAMIN, Antônio Herman; MORATO LEITE, José Rubens (org.). Anais do 21º Congresso Brasileiro de Direito Ambiental, 11º Congresso de Direito Ambiental dos Países de Língua Portuguesa e Espanhola e 11º Congresso de Estudantes de Direito Ambiental. São Paulo: Instituto O Direito por um Planeta Verde, 2016, v. 2, p. 568-578. Disponível em: http://www.planetaverde.org/arquivos/biblioteca/arquivo_20161118140350_2664.pdf.
Julho
 

07/07 SOUZA, Rafael Speck de. Direito Animal à luz do Pensamento Sistêmico-Complexo: um enfoque integrador da crise socioambiental a partir da Constituição Federal de 1988. 209 f. Dissertação (Mestrado em Direito) – Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal de Santa Catarina, 2017. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/.

 

4ª edição: 2016/2: novo local e horário

20/08/2016 14:02

O grupo de estudos do Observatório de Justiça Ecológica (OJE) da Universidade Federal de Santa Catarina retomou as atividades neste segundo semestre. As reuniões são quinzenais, na sala dos Conselhos no 4° andar do Ciências Jurídicas (CCJ), das 13:20 às 15h.

O grupo é aberto à comunidade e será fornecido certificado de horas complementares aos participantes.

cartaz_grupo_2016

O Observatório de Justiça Ecológica divulga seu calendário para 2016/2

01/08/2016 14:42

O Observatório de Justiça Ecológica divulgou nesta segunda-feira (01/08) seu cronograma para os encontros do Grupo de Estudos deste segundo semestre. A palestra de abertura das atividades será na próxima quarta-feira, dia 10/08, às 10 h no auditório do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) com a participação dos professores Delamar Volpato Dutra, Sônia T. Felipe e Maria Alice da Silva. Além da palestra dos professores convidados haverá o lançamento da obra “Ética e Direitos Animais” (da Ed. da UFSC).

O grupo é aberto a todos os interessados e fornece certificado de atividade complementar. Os encontros ocorrerão quinzenalmente, sempre às terças-feiras, das 13h às 15h, na sala 3 do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ), conforme calendário:

Calendário OJE 2016.2

Grupo de estudos do Observatório de Justiça Ecológica retoma atividades

  • Página 1 de 2
  • 1
  • 2